sexta-feira, novembro 24, 2006

PIANINHO DO MAR

Os ventos, pianinhos, do Mar,
são tão pianinhos, que quase me enlouquecem,
com aquela brisa, como que um pianinho, ao teclar,
mostram-me a linda terra que as àguas humedecem

Tão doce! Tão suave! Tão lindo e bom!
Ondas, amor, saudade, que os ventos vagamente sopram,
com o som do pianinho a ajudar, tudo de bom nos entra no coração;
mas é assim, que as coisas mais salutares que cá dentro temos, de nós brotam

Ah, pianinho do Mar, que com a leveza da brisa, o teu som a espalhar,
fico sem saber onde a minha boa loucura irá terminar.

Que serenidade! Que bondade! Que suavidade! Que lindeza!
Ah, Mar, mais parece um pianinho tocando com toda a sua beleza,
os ventos leves, a darem-te maior grandeza
e o som do pianinho, dando-me alento, afastando-me da rudeza

david santos

157 comentários:

Irene disse...

É lindo, gostei muito
Parabéns
Obrigada por nos brindar com poesias tão belas.

non disse...

:)

Que ternura cheia de melodia!

Seainda venho a tempo de que leia, obrigada pelas palavras e votos lá no blog.

Festas Felizes e em Paz.

Bjs :)

Anónimo disse...

David, neste dia de chuva e melancolia imensas, onde a luz mal se viu, e apenas ouvimos o vento, foi por este que te enviei um abraço enorme e um grd beijinho*
Desejos de saude e vida feliz amigo*
(nao sei qd vou escrever mais no meu blog ...tlv um dia)

Ana Patudos disse...

Neste dia de tempestade também aqui no Ribatejo, o teu poema falou da calmaria e do doce som dum piano e do mar, esse gigante maravilhoso.
Desejo-te umas boas férias, mas aqui em Portugal é um bocado difícil com este tempo, mas de qualquer maneira disfruta do que a TERRA te pode oferecer, apesar do tempo de tempestade.
beijos
Ana Paula

sacerdotisa_alada disse...

boa tarde

Gostei do seu pianinho do mar
esta um poema muito apaixonado com muita ternura e com alusão ao meio mais querido (o mar).
Votos de bom ano para si tambem

jinhos

Anónimo disse...

Caro David

muito bom som na alma através dessas teclas. Também gostei

Venho retribui-lhe os seu votos de boas festas.
Já deve saber como penso acerca do natal, é uma época mascarada, mas que perto dos que ama, desejo que seja uma altura muito positiva e harmoniosa para si. Ame.

Um abraço,

Marcos

Pedro Gamboa disse...

Tranquilo. Que texto sereno e encantador…

Saudações.

Mário Margaride disse...

Ao som do Piano amigo David! Cá vamos cantando e rindo. Pianinho, sem fazer muito barulho, para não acordar o nosso sono. Que continua a dormir, muito descansado...
Um abraço
Mário

elsa nyny disse...

Que lindo, este pianinho!!!
Pois, eu adoro o mar!!!
Pena é que o vejo tão pouco!!!

Tudo de bom, amigo!!!


:)))

Andreia do Flautim disse...

É bonito, gosto muito do mar:)

chuvamiuda disse...

....................
a beleza expressa, na força das palavras
....................


Abraço bom fim-de-semana e boas férias

Ferípula disse...

"...pianinhos,...." teu corazón, mi amigo...tu bello corazón...
Allí sopla la brisa y suelta la música del alma!!!!

Buen viaje!!!
Descansa...
Te estaremos esperando... :)
Ferip

nene disse...

Obrigado por nos fazeres melhores ao ler os teus poemas!
Um beijinho:)

Isabel Romana disse...

Ahora que conozco el camino a tu blog, te visitaré amenudo. Es un placer escuchar ese pianinho do mar, tan hermoso, tan suave. Algo que nos hace mucha falta en este mundo revuelto. Saludos cordiales y hasta pronto.

Anónimo disse...

Oi amigo,

Passei correndo por aqui para o ver e agradecer, adorei a sua visita ao meu cantinho e espero voltar a ter a honra de o ter por lá, eu por mim cá voltarei, pois adorei esta sua casa e este seu post.
Aproveito para lhe desejar um lindo fim de semana e uma semana cheia de luz em seu coração.
Xi - corações mil.

Esquilo disse...

Sim senhor...
Gostei de passar por aqui...
Até me lembrei dos bons momentos que já passei por aí perto...
4 anos em Arouca e 3 em Vale de Cambra...

Bia disse...

Ainda bem que foi parar ao meu cantinho, só assim eu poderia chegar ao seu. Já li os outros posts seus, mas que sensibilidade, que escrita fabulosa, este aqui dos pianinhos do mar é simplesmente encantador. Fiquei encantada, vou voltar.
Boa noite
(Adorei e tenho exactamente a mesma ideia perante a morte somos todos iguais, ninguém a compra...)

oceanus disse...

Boa noite! Muito grato pela sua visita :) Sim, o mar é espantoso... identifico-me bastante com ele, como digo no meu profil. Sou muito misterioso, profundo, simples, calmo e as vezes revotado, mas amo a vida!
Gosto de tocar musica, cmo quando as ondas batem nas rochas... Guitarra e dou uns toques em piano também... é algo que me ajuda a viver o dia, a musica! :)
Bonito post!
Mais uma vez, obrigado pelas suas sábias palavras.
Tudo de bom para si.
Abraço

Marlene Maravilha disse...

Sim, parece uma música!
TEnho conhecido por estes blogs afora, portugueses muito inteligentes e sensíveis. És mais um. Que maravilha!
Parabéns e bom domingo David.
abraços brasileiros

indianguman disse...

Qué belleza, tú voz es música y poesía

un abrazo!

Anónimo disse...

uau! muito bonito o poema!
também adoro o mar... o mar da minha infância... esse que tocava feito piano desenfreado :)
obrigada pela visita ao meu blog ;)
tb gostei muito deste ;)
bjokas da anokas ;)

_lara_ disse...

É mesmo muito bom, ficar a beira mar,sentir akele ventinho k nos refresca...Que nos deixa tranquilos por uns segundos...
******

betty boop disse...

"Que serenidade! Que bondade! Que suavidade! Que lindeza!"
Palavras tuas que, na minha opinião, descrevem com exactidão o teu Blog. Parabéns!
Obrigada pela visita ao "encontrosnacidade".
Um beijo.

PlayingTheAngel disse...

David,

Vim agradecer as tuas amaveis palavras no meu blog.
Depois de ler o teu, vou com a certeza que passarei a ser mais uma visita diaria do teu.

bjitos e continua

pexeseco disse...

O Mar ! a estrada principal da nossa Historia...

SANGUE DE HERÓIS


Se é de longe que tu vens
Dum País onde se abraça
O amor a fé e a nobreza
Podes entrar, porque tens
Um abrigo em cada casa
Um lugar em cada mesa

Mas se trazes a divisa
De te impor de interceder
Por favor deixa-nos sós
O meu País não precisa
Que outros venham resolver
As questões que há entre nós

Se vens com torvo ideal
Ou com o fito de abrir guerra
Leva contigo os maus trilhos
E diz lá que Portugal
Não cede um palmo de terra
Nem vende a honra dos filhos

Diz ao Mundo, grita aos Sóis
Enche o Céus da nossa glória
Num clarão vasto e fecundo
Que só com sangue de heróis
Portugal ergueu a história
Nas cinco partes do Mundo

Um abraco Cordial

MiaHari disse...

Lindíssimo, David Santos!
Como notas suaves que nos chegam no vai-vem das ondas ou ondinhas do mar!

Um abraço.

Isabel disse...

David parabéns, este poema é maravilhoso em tudo... na qualidade da escrita na delicadeza e ao mesmo tempo força de sentimentos, e principalmente pela capacidade de nos fazer escutar o seu pianinho.
Como se cada palavra fosse um som e todo o poema me fizesse ouvir o seu pianinho a tocar.

Gostei particularmente da utilização do diminuitivo de piano para inetnsificar ainda mais a ideia de delicadeza... a tal que o afasta da rudeza com que termina o poema.

Excelente.

Lá para os meus lados um texto do músico Vitor Rua que sei vais gostar.
Passa por lá.

Até breve.

Isabel

pintoribeiro disse...

Boa noite, abraço,

Anónimo disse...

A música que faz o mar é das mais apaziguadoras que o universo tem! Abraço!

O Meu Jeito de Ser disse...

Ah! o som do mar, pianinho, pianinho.
É de fazer sonhar.
Muito bonita sua poesia David.
Moro em um local, masi ou menos de 900 a 1000 mts do mar, então é comum acordarmos ouvindo o barulho do mar, e há dias, em que o som agradável se estende por muitas horas.
Um abraço

}}cleopatra{{ disse...

Pianinho pianinho
Como os ventos do mar
Que tanto podem ser brisas
Como tempstades de arrasar

Mas hoje quero brisas
Porque me apetece sonhar
Com a doçura que mima
O teu... no meu olhar!

Poemas lindíssimos por aqui espalhados!!Gostei muito.

Beijo soprado

Dafne disse...

Olá David
Realmente este piano do mar tem uma "música" maravilhosa.
Festas felizes e até à próxima.
Bjinhos

Josefa Pacheca Pereira disse...

E mentiras.

vero disse...

Olá, coincidência, acabei de postar um texto meu c o título "Piano.."...
Encantador este seu texto

Beijos mil***

Ana Luar disse...

A serenidade do bom gosto.

Daniel disse...

Gracias por la visita
Tus letras inspiran
Saludos

pensamentos_vagabundos disse...

bonito mar esse o que tem o som do piano nas ondas...
abraço vagabundo e um obrigado pela visita ao meu cantinho

Umma1 disse...

Pianinho do mar...
Me envuelve una inevitable nostalgia al leerte.
Soy una desterrada del océano y cada día lo echo de menos y lo acaricio en mi corazón.

No conozco mucho del pueblo de Portugal. Pero deben ser Uds. muy especiales, desde que comencé a visitar los blogs, me ha maravillado el buen gusto y la delicadeza que los distingue.

Gracias por haberme visitado.

Mis saludos

gatita disse...

Hola David, agradezco tu visita y de paso el paseo entre el oleaje del mar dulce, suave, lindo y bueno, conjugadas con el piano y el amor!!!!....
Espero haber entendido bien... aunque las palabras que usas, serenidad, suavidad, bondad, lindeza y el mar que parece piano tocando toda su belleza!!!!....
Te dejo un Fuerte abrazo, espero vuelvas a visitar mi pequeño espacio, yo por lo pronto volveré a l tuyo si me lo permites!!!!

MiaHari disse...

Obrigada, David Santos pelas bonitas palavras que me deixou no post e que só agora vi.
Como verifica, já tinha estado a ouvir...pianinho... o pianinho tocar...
Desejo-lhe férias maravilhosas.
Um abraço.

Hilda disse...

Agradezco tu visita y estoy encantada de haber llegado hasta aquí.
Preciosa pareja la que hacen el piano y el mar.
Me imagino un cuadro con esta imagen.
Besitos

MiaHari disse...

Desejo-lhe também um bom final de ano, formulo votos de que 2007 possa ser ainda melhor.
Grande abraço.

Clara disse...

La locura no tiene fin...

Anónimo disse...

Obrigado!!!!

Un beso.

Sofia disse...

Qué bello y calmado! Sólo falta ponerle melodía y cantar esa letra.

Gracias por tu visita.

Flicka disse...

Obrigado!
Me ha gustado tu visita en mi blog.
Espero que el idioma no sea un impedimento para comunicarnos, al parecer no.
Unión perfecta, mar y música.
Saludos por montones.
FLICKA

lilo_yyt disse...

Olá David
Creo que volé sobre el mar de tu poesia, mientras leía.
Um abraço

Jotigliare disse...

gracias por tu visita.
si entendí bien........es una bonita poesia.

dulcecaida disse...

ME CUeSTA ENTENDER.pero de igual manera muchas gracias por visitarme..
CUANDO..LOGRE ENTENDER POR COMPLETO..SU TEXTO..LE DOY MI HUMILDE OPINION,,

BENDICIONES

cieloazzul disse...

me gusta leer en tu idioma, es música alegre!!!
beijos..;)

EL HIPPIE VIEJO disse...

HOLA DAVID

HERMOSO LO ESCRITO .
TRASMITE PAZ Y SABE A UNA MELODÍA .-

QUE TENGAS UN BUEN DÍA

ADAL

MUCHAS GRACIAS

Josefa Pacheca Pereira disse...

Amem-me em vida, esqueçam-me em morto. Triste história triste a dos tristes tugas tristes. Bom dia.

A Sonhadora disse...

Olá Davi, bom dia.Obrigada pela passagem pelo meu cantinho...
Um abraço da sonhadora

panchy disse...

Muy bello, gracias pr tus palabras.
Cuidese, besos

angeldreams disse...

El portugués es un idioma sensual, con música propia, tibia.....
y tu poema, es tan romántico....
disfruté mucho tu blog.
Un saludo para ti.

MRelvas disse...

Loucura,suavidade sernidade e alegria...

FORÇA AMIGO DAVID SANTOS

Um abraço
Mário Relvas

Vera disse...

LINDO! Divino mesmo!
Fazes sentir cada palavra dentro de nós!
Beijinhos!

Pitucha disse...

Muito bonito.
Obrigado pelo incentivo, passarei aqui mais vezes

caminante disse...

Llegué a tu Blog navegando por otros derroteros.
Me alegra haberte encontrado.
Te felicito.
Un fortísimo abrazo.

Isabel disse...

Vim a voar até aqui. trouxe-lhe o cheiro a mar e a belza do voo de uma gaivota.

Até já


Isabel

Anónimo disse...

Muy sugestivo, por um leve momento, creí poder estar en ese lugar, cerca del mar con un piano, pues soy pianista o un tanto tambien algo compongo, pero es ése tal vez, no sé, el lugar ideal..."

Mocho Falante disse...

olá viva

venho agradecer a visita

volte sempre

abraços

Um Poema disse...

Vim agradecer a visita e conhecer mais um amigo.
Mergulhei na leitura, para sentir o que connosco partilhas, e tão bem expressas. Gostei e, por isso mesmo, vou voltar.
Um abraço

dodos disse...

Muito bonito!
E a música do mar...

Alexis Coald disse...

"Ah, pianinho do Mar, que com a leveza da brisa, o teu som a espalhar,
fico sem saber onde a minha boa loucura irá terminar".

Este poema es maravilloso.

Gracias por tus huellas en mi casa poetica.

A tus pies

Alexis Coald

Mariposa_de_agua disse...

Gracias por detenerte en mi blog y dejar tu comentario,

Hermoso texto, en lo que persivo, me imagino el pasar del viento como las manos que tocan el piano, con la suavidad infinita, dando acorde de dulzuras, que se reflejan en la brisa marina, que hermoso texto... me ha encantado.

Cariños para ti.

Pia

pianola / Sonia R. disse...

Sida, 25 anos depois. Bom dia.

Juana Banana disse...

so, pra te-dizer, que você e um amigo desde hoje pra min.

já esta no meu spacios Magicos, BEMVINDO!!

MUITA SORTE PELA SUA APRESENTACAO, NO MEU PAIS NESTE 2007!

pintoribeiro disse...

Abraços,

Nekane disse...

Moito Obrigado...por tu visita...
Un abrazo.

Franci disse...

Me encanta el mar, el oceano, sus profundidades...
Adorei a sua visita ao meu blog (espero sea correcto)!
Um abraço

Mar disse...

Muy bonito, hermoso.
MAR

Mikas disse...

Desejo um óptimo fds prolongado

Isabel disse...

David,
Antes demais confesso que corei com os seus elogiosos comentários.

Sabe o meu espaço chama-se estados de alma porque me inspiro na alma.

Não acho que escreva bem, tenho uma alma atenta. Que me faz ver mais do que os meus olhos veem.
Que me faz alcançar mais que os meus passos alcançam.
Só isso.
Uma alma atenta.

Espero não o desiludir com o texto que acabei de colocar lá na minha casa desafiada pelo nosso amigo Pierrot.

Um abraço sentido.
Um muito obrigada.
E bem haja por gostar de me ler, enche-me o coração de alegria.

Isabel

Paulo Sempre disse...

CAMPONÊS
" É sonho essa luz rasgada
Anémona de sol e cheiro a terra
Em teus olhos de mar alagadiço

É noite se adormeces no pranto
Esse nocturno de pão e vinho
Com ventos velhosd e doce canto

É amiga a maré que se sente
Essa vaga verde de ternura
Que amanhece dentro da gente"
(António Vilhena - nascido em Beja a 14/10/1960 - )

PS: Venho agradecer-lhe os comentários que deixou no meu blog "filhosdeumdeusmenor". Importa, desde já, manifestar quão grande é a minha satisfação pelo facto de conhecer a Universidade Moderna que, independentemente de tudo o que foi escrito sobre a mesma - foi, durante oito anos, a minha «segunda casa» que me conferiu uma licenciatura e dois cursos de Pós-graduação. A referência que fez à minha postagem "FOLHA A4" em nada contribuiu para manter a máxima consideração por si, aliás...como é meu lema...para com todos os comentadores que por lá passam.
Um grande abraço.
Paulo

Piquillo disse...

No caché mucho...
Pero tomare tu texto y lo traduzco en mi casa.


Un Abrazo Amigo y bienenido a mi Blog.

Espero verlo pronto, ya hay otro Tema Nuevo !

ja-ja-ja

Saludos desde Chile

Chile: Rodrigo Tello - Spotrting de Lisboa.

;)

klau2 disse...

David
muchas gracias por tus comentarios
y que la poesía siga corriendo por tus venas...
espero nuevas visitas tuyas...

Un abrazo desde Chile!!!!

Marieta disse...

Qué honor tener tu visita en mi página. Como sabrás por lo que he escrito, me muero por aprender portugués. Feliz de leerte, pero más satisfecha estaría si comprendiera la cultura, la esencia, la tendencia y la entonación de tu escritura.

Haré mi mayor esfuerzo, por cerrar los ojos y oir las voces a lo caetano veloso.

Un abrazo

alida disse...

David que lindo poema
Gracias por dejar tus uffsss
Obrigado

Trini disse...

Hola David, muchas gracias por tu visita y tus palabras.

Saludos

Esther Hhhh disse...

Hola David:
Gracias por tu visita, te la devuelvo, jejeje..
Me gustó tu poema, es hermoso ese piano del que hablas.
Adoro el mar. Un beso

Moita disse...

David

Obrigado pela visita a Moita.

Seus poemas são
de uma leveza plumar,
de uma doçura de mel
e de uma claridade solar.

Abraços

José Manuel Dias disse...

Um blogue muito participado. Sinal de sabe suscitar a reflexão e estimula a divergência. Parabéns!
Cumps

B R E N A disse...

Pelamor!!! Nunca vi um blog tão comentado assim, gente!!!
Merecidíssimo, viu?!
Muito bacana o blog.
Obrigada pela visita... volte sempre.
Beijos

Um Poema disse...

Que serenidade! Que bondade! Que suavidade! Que lindeza!
Estes termos não servem apenas ao mar, mas também ao poema.
Um abraço

Beezzblogger disse...

Oh Amigo david, bonito poema, eu geralmente aprochego-me do mar, para acalmar a minha alma, e saio do pé dele com o espírito aliviado, muito bom o que aqui escreveu.

PS: Perdoe-me a minha distração, pois eu não tenho andado muito pelo seu blog, mas desde já aqui lhe faço uma promessa de o divulgar e de o visitar. Sei que me perdoa, porque afinal é esse também o nosso papel, compreender e perdoar, e sobretudo Amar.

Um grande abraço, e vou estar mais atento.

Beezzblogger

Beezzblogger disse...

Oh Amigo david, bonito poema, eu geralmente aprochego-me do mar, para acalmar a minha alma, e saio do pé dele com o espírito aliviado, muito bom o que aqui escreveu.

PS: Perdoe-me a minha distração, pois eu não tenho andado muito pelo seu blog, mas desde já aqui lhe faço uma promessa de o divulgar e de o visitar. Sei que me perdoa, porque afinal é esse também o nosso papel, compreender e perdoar, e sobretudo Amar.

Um grande abraço, e vou estar mais atento.

Beezzblogger

JeJo disse...

- Muito bonitas suas palavras ...
"Que sería dos poetas sem o mar ?."
Obrigado muito muito indicar-me maneira a este local ...

Eu retornarei .

Alewar disse...

wow!

mar, algun dia lo vere y dire algo, por ahora no.

Saludos!

Bad disse...

Tão lindo.
genuino e doce :)

obrigada pela visita ao meu blog

bjs

Anónimo disse...

David
Excelente este seu poema...
Então a mim, ilhéu assumido, habituado a desde sempre ouvir o "pianinho do mar", por vezes um "Piano Forte", agressivo, mas só por si belo e sentido...

Obrigado pelas suas palavras no meu "Atlantico Plantado"

Um abraço e bom fim de semana
Tiber

Gaby del Río disse...

David: quiero agradecer por tu visita en mi blog, y darte la bienvenida porsupuesto, leí tu poema y me parece maravilloso, el piano del mar, una belleza sin duda, estaré de visita lo prometo.
Saludos!!!!
:)

Anónimo disse...

Oi meu amigo,

Não resisti, e aqui estou eu novamente para o visitar, para sentir suas emoções, seus desejos e anseios. Digo-lhe, que quando o visitei pela primeira vez, vim o o intuito de lhe agradecer e acabei por amar esta sua casa, por isso voltei, obrigado.
Felicidades.
Xi - corações mil.

Daniela Mann disse...

Fantástico!

Jotabê disse...

Olá David, venho deixar aqui uma gota neste mar de comentários.
Poesias inspiradoras aqui neste teu canto.
Obrigado pela visita.

Abr

Anónimo disse...

Caro David,
que bela surpresa este seu blog!
Gostei muito desta poesia onde o mar é comparado a um piano, mas não um piano qualquer e sim um instrumento musical pelo qual se tem muito afeto.
Obrigado pela visita ao Liperama e por esta boa surpresa.
Grande abraço!

danielafernanda disse...

olá, muito obrigado por pasar por meu blog, eu nao falo portugues, mais intento jej,

parabien, byee

White Fang disse...

Hola!! Muchas gracias por tu visita a mi blog. Me siento muy contento porque te haya gustado.

Un saludo muy grande de tu vecino español. Preciosa Portugal. Precioso el idioma portugués.

Tu blog me ha encantado. Cuánta sonoridad tienen las palabras portuguesas. Muy bonito.

Un saludo.

Francisco disse...

Hola David, por aquí devolviendo tu visita a mi e-casa, al mismo tiempo que se agradece.
Igual se agradece el poema lleno de sensibilidad y ternura; me gusta el piano, el mar, la tranquilidad; en fin todo lo que entregue paz al espíritu. Te aseguro que volveré.

Jéssica disse...

Vi vc na Mary e vim xeretar.
Gostei!!!
Beijo e bom domingo*.*

victor simoes disse...

Parabéns, amigo David. Este poema está muito bonito e melodioso! Como alguém aqui já escreveu, poer-se-á adaptar uma música, pela sonoridade das palavras.

Um grande abraço

Kalinka disse...

Encontro alguém que vive onde eu já passei durante meses e meses, a caminho de Vale de Cambra.
Gosto da sua terra.

Muito obrigado pelas simpáticas palavras que deixou no kalynka.

Adorei o que escreve; muito suave...na sua escrita, até os ventos do Mar, são tão pianinhos!

MAR: Ondas, amor, saudade, que maravilhas o mar nos oferece e, sabe uma coisa? fico Feliz, porque o Mar oferece tanto aos ricos como aos pobres...e, no mês de Natal, em que muitos se esquecem dos pobres, ao menos, o Mar dá-lhes tudo o que precisarem.

Bom domingo.

Rosa Vermelha disse...

David, essa visita ao teu blog, foi para mim motivo de grande alegria.Adorei o lado lírico em teu poetar.Bjo

lena disse...

obrigado por teres passado pela minha cabana

segui o trilho e venho encontrar o Poeta

belo o que acabei de ler e todas as outras belas poesias partilhadas aqui por ti


um abraço meu, Poeta

lena

Sraake disse...

Que lindo seu blog! Ele é como melodia, a gente para e sonha!!! Estou na maior correria por aqui, sem tempo para meu blog. Mas faço questão de agradecer cada visita. Muito obrigada por me encontrar e me visitar!!! Volto depois com calma e leio seu post!!! Abraços!

Miguel disse...

Obrigado pela visita e comentário n´A Minha Matilde e Cª!

Os meus parabéns pelo teu blog!
Vou passar por cá mais vezes!

Um abraço da Matilde e Cª!

Visita-me em:
http://umsonhochamadomatilde.blogspot.com
http://aminhatshirt.blogspot.com
http://asreceitasdaligia.blogspot.com

Sraake disse...

Suas palavras dizem tudo sobre o seu blog "Que serenidade! Que bondade! Que suavidade! Que lindeza!"
Amei sua cordial visita! Seu bog lembra o blog da minha querida Vó virtual Clarice. Ela também tem grande sensibilidade ao escrever! No meu blog tem o link dela - "Mudanças e Adaptações". Abraços!

Anónimo disse...

¡La música del Mar...! Qué lindo.

Un saludo David

Teresa Calcao disse...

Poema lindissimo....Adorei!
E tao bom partilhar o que nos vai na alma........
:)

Teresa Calcao disse...

Peco dsculpa pelo comentario feito no lugar errado.....acontece!
:)

MaleNa disse...

Más bello duele.


:)

pintoribeiro disse...

Abraço,

Anónimo disse...

Poema lindo:) obrigado pela visita, beijo

Defensor, O Maldito disse...

Saudações
Vim retribuir a visita. Belas poesias escreves. Parabéns. Voltarei.
Abraços
Paz e prosperidade!

Juliana Marchioretto disse...

ah, que texto lindo!!!

obrigada pela visita, voltarei mais vezes..

beijos

Conceição Bernardino disse...

meu querido amigo guardei o seu pianinho no meu coração...
Para o ouvir quando sentir solidão...
beijinho com carinho
ConceiçãoB

GLOOMYTA disse...

Olá!
Seu comentario me sorprendeu muito... disculpe meu "portunhol", mais ainda estou estudando-o...
Cómo chegou a meu blog??
Gostaría saner mais de você...

Isabel disse...

Querido amigo David fico muito contente por o seu poema pianinho do mar ter sido tão lido. É bom saber que tanta gente veio ler poesia. É bom saber que essa poesia foi a sua que tanto poê da sua alma, do seu ser, do seu coração da sua pessoa por inteiro naquilo que escreve.
É por certo um grande presente de natal para si saber que pode oferecer encanto a tantos que o leram pelos instantes em que estiveram envolvidos no mar do seu poema.
Eu cá continuo a escrever e conto com a sua visita .

Um abraço e parabéns.
O david é a prova de que o que vem de dentro facilmente toca quem lê.
É preciso é vir verdadeiramente de dentro de nós.

Até já

Isabel

Jorge Sobesta disse...

Caro David,

Vim aqui agradecer a visita e esbarrei em poesias lindíssimas.


Um grande abraço.

Mandynha disse...

Obrigada por sua visita.
Pôxa, vc escreve muito bem.
Lindos textos.
Parabéns!

José disse...

Caro amigo obrigado pela sua visita ao meu blog.
Também vou começar a passear pelo seu.
Tem excelentes trabalhos.

Um abraço José

Tozé Franco disse...

Excelente texto. Parabéns.
Um abraço.

Javi disse...

Muchas gracias por visitar mi blog!

La verdad es que mi portugués es pésimo y no entendí mucho...


Bueno, mil gracias y mucho éxito!


Saludos!

BÓLICE disse...

Muito obrigado p'la visita e um maior, por me congratular!
Pois como eu já dissera antes aqui p'la bloguice...

Cada blogue É uma sentença
uma palavra, uma opinião

eu não quero ser poeta

Quero ser teu irmão
que morre quase à nascença

ABRÇs intÉjá

B)

Natalie Afonseca disse...

OLá!!
Antes de mais, obrigada por ter caído na minha teia :P Seja muito bem-vindo!!
Adorei o seu cantinho...só verdades!! :)

Boa semana :)

CLAU disse...

gracias por pasar por mi blog
pero no entendi mucho el tuyo por el idioma yo creo que me entiendes bueno besos cuidate






simplemente CLAU
*********************************

Betty Branco Martins disse...

David

Embalada fui
nas tuas palavras.de.pianinho
poema
suavidade
pulsou no coração
bem.devagar.de.mansinho

Lindíssimo o teu poema

Beijinhos com carinho
BoaSemana

MRelvas disse...

Pianinho de dor

Que dor...
com sabor.
Sempre a dor
alguma coisa não tem dor?
Sim David,a vida é dor
uma bela dor
outras, uma péssima dor
mas lutamos pela dor
da harmonia da dor
do sexo com dor
do beijo que causa dor
da tristeza de dor
da alegre dor
da paixão da dor
do amor da dor
da impossível dor
do orgasmo com dor
Lá vai o Condor!

QUE PIANINHO DE DOR
AMIGO DAVID TEM DOR!

amadis / pintoribeiro disse...

Conversas é nos chats K'mrd. Aqui só fazemos blogues. Abraços.

Josefa Pacheca Pereira disse...

Para mim, blogue e bloguer do ano é:


Bom dia.

Anónimo disse...

Olá
Bem primeiro obrigado pelo seu comentario no meu.
Adorei
Também gostei mto deste blog e por isso passarei mais vezes por ca
Abraço

amadis / pintoribeiro disse...

Blogues são blogues, net é net e chats são chats. Sejamos correctos. Há comentários que se não compreendem. Ou aceitam. Bom dia.

Opalo disse...

GRACIAS por tu visita y tus palabras...aunque no entiendo el portugues SI me llego el "mensaje" de ellas :)
Hasta siempre

callesvaciashoyporhoy disse...

Eu espero que sua loucura nunca termine, david holy, ao ler a escrita você demonstra grande para sentir com qual lhe cerca e começa passionate.

boa vinda a meu blog, nós tornamo-nos para ler.

ciao

CARLOS A. GAMBOA disse...

La sinfonía inconclusa del mar produce vértigo poético, como en el barco ebrio de Rimbaud...
Saludos

Daniela Mann disse...

Passei para lhe deixar um abraço cheio de saudades!
Daniela

Kalinka disse...

Vim...pé ante pé, pensando encontrar outra bela poesia, para me deliciar lendo-a.
Encontro...pianinho...

Deixo um beijo e abraços.

Paulo disse...

El mar y su bravío oleaje es cómplice entre el poeta y sus versos.

amadis / pintoribeiro disse...

Bom dia, abraço,

legivel disse...

... associar o clássico instrumento de teclas ao mar, está muito bem achado.

Se fosse eu, que de música não entendo, era bem capaz de pôr uma gaita de foles...

Um bom dia! com sorrisos... se possível.

gonzalo disse...

sí, puede ser una canción.

David: eres un gran navegante.

antona disse...

Obrigado por tu visita
um abraÇo

Isabel disse...

Pausa terminada meu amigo.
As saudades de escrever já eram muitas.
Regressei

Até breve.

Isabel

Anita disse...

David, que bellas palabras, quisiera oírlas con una dulce melodía, bailando a la orilla del mar.
Te gustaría bailar conmigo?

Un abrazo.

Anita.

pianola / Sonia R. disse...

Não gosto do Natal com férias no Brasil, idosos abandonados nos corredores dos hospitais, gente a dormir na rua. Bom dia.

Anónimo disse...

Palabras escritas con la suavidad de la seda, con el aroma a sal y con la frescura del mar... Poseidón debe estar complacido por el encanto que provoca en nosotros los mortales.

Obrigada por tu visita, eres bienvenido allá cuando gustes.

Saudações.

Isabel disse...

Bom dia meu amigo David.
Não sei porque quer que apague os seus comentários.
Até porque lhe dou toda a razão no reparo que fez. mas de facto ainda não descobri como fazer o traço maior. Tenho que ver se descubro com algum entendido.

Um beijinho e até já.

Isabel

amadis / pintoribeiro disse...

Abraço,

Piquillo disse...

Un Abrazo desde chile, buena lectura !

;)

Bettina Perroni disse...

Busco un poco de serenidad, de tranquilidad... encontré un refugio perfecto :)

Muchas gracias por visitar Génesis, siempre bienvenido :)

Misionero disse...

Te dejo un abrazo. Comprendo algo el portuguez y con lo poco que comprendo encuentro mucho sentimiento en el texto. Muchas gracias amigo David.

alahim

Maria disse...

Que maravilha este (en)canto nestas palavras tocadas. Obrigado.

Alexandra Caracol disse...

Meu amigo

Seus poemas levam-nos nas ondas da imaginação.

Obrigada por existir e nos honrar com o que escreve.

Beijinho com amizade

Alexandra Caracol

margarida disse...

Entrou no meu blog a propósito da Citânia de Briteiros, e sendo aquele lugar um sítio que não é nada publicitado, uma espécie de casa onde se encontram amigos e onde se aceita sempre mais um, fico curiosa sobre o modo como o encontrou e também acerca de si. O meu endereço de mail está no meu perfil desse lugar. Passeei por aqui e já descobri uma parte do que procurava, mas se quiser falar-me mais de si, fico contente.
Margarida

Syafiq Baktir disse...

...Thank you for visiting my blog...

elsa nyny disse...

Chego voando...parei para te ler...gostei de sentir tuas palavras...agora parto...no meu voo...
Fica bem!

krystyna disse...

Love your Pianinho so much!
My son and his wife are the pianists.
Your poems made my evening today!
Thank you so much, David!